quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Perturbações 2012

A coisa mais contraditória do período de pré-eleição é que as mesmas pessoas que prometem melhorar sua vida a transformam em um inferno. Como alguém que enche seus ouvidos com sons de carros gritando, tocando musiquinhas que te tratam como um idiota, que entope as calçadas com placas e cavaletes, que sujam as ruas pode estar preocupado com você?

Os carros de som podem circular das 8h da manhã às 10h da noite. Da noite! Isso significa que você está sujeito a ouvir esse tormento por 14h do seu dia. Segundo a lei, esses veículos não podem circular perto de escolas e hospitais, mas, considerando o volume das propagandas, é óbvio que, mesmo de longe, eles invadem e atrapalham o funcionamento e o sossego desses lugares.

Acredito que um destaque especial foi dado às placas esse ano. Elas estão em todas as partes da cidade, atrapalhando a passagem, a travessia de pedestre, as mães com carrinhos de bebê, cadeirantes. Elas poluem a paisagem, cansam os olhos. A quantidade de cavaletes é impressionante! O TSE afirma que as propagandas irregulares são multadas, mas pode ter certeza que o valor da multa já está separadinho, garantindo que tudo continue nos atrapalhando livremente.

Outra contradição está no blá blá blá da sustentabilidade que todos eles fazem questão de enfatizar. Que sustentabilidade é essa que desperdiça toneladas de papel, plástico, madeira? Bem sustentável!

E mais uma vez podemos perceber o quanto o processo eleitoral é retrogrado e conservador. Não importam os bairros sem saneamento, as ruas sem iluminação, a falta de segurança, muito menos as filas nos hospitais, se você tem dinheiro pra colocar uma placa bem grande com sua cara de bonzinho na calçada.



Nenhum comentário:

Postar um comentário